Prepare o bolso: reparos no Apple Vision Pro podem custar até R$ 12 mil

Prepare o bolso: reparos no Apple Vision Pro podem custar até R$ 12 mil
photo_2023-04-04_18-01-39

 [[{“value”:”Valor se aplica aos usuários que não são assinantes do Apple Care+, programa de assistência estendida da empresa; Apple Vision Pro chegou aos EUA por US$ 3.499 Clientes da Apple podem pagar até US$ 2.399 (R$ 12 mil, em conversão direta) para consertar qualquer componente de hardware do Apple Vision Pro. O preço consta do site oficial do produto e vale para os usuários que precisarem reparar o headset e não têm uma assinatura do Apple Care+, serviço de assistência estendida da empresa. Como reforça o site MacRumors, isso é apenas US$ 1.100 (cerca R$ 5,5 mil) a menos do que o preço do produto nas lojas estadunidenses. Não existe previsão para o lançamento oficial do óculos no Brasil.
A página de suporte do Apple Vision Pro exibe somente duas opções de defeito: vidro quebrado ou outros danos. Apenas para substituir a cobertura de vidro, o dono do óculos de realidade aumentada já teria que desembolsar US$ 799 (aproximadamente R$ 3.963). O valor sobe para cerca de R$ 12 mil caso seja necessário substituir outra peça.
➡️ Canal do TechTudo no WhatsApp: acompanhe as principais notícias, tutoriais e reviews
Saiba-mais taboola
Um simples reparo do Apple Vision Pro pode custar quase US$ 2,4 mil
Reprodução/Apple
📝 Qual smartwatch é mais parecido com Apple Watch? Tire suas dúvidas no Fórum TechTudo
O Apple Care+ é o serviço de reparos da Apple nos Estados Unidos, com custo mensal de US$ 24,99 (R$ 123,95, em conversão direta). Porém, se o consumidor optar pela assinatura bienal, poderá desembolsar o valor de US$ 499 (aproximadamente R$ 2.475) — um desconto de mais de US$ 100 em dois anos de uso. Mesmo para quem optar pelo plano bienal, um conserto qualquer no Apple Vision Pro custará US$ 299 (cerca de R$ 1.483).
Sobre o Apple Vision Pro
O Apple Vision Pro é um óculos de realidade mista da Apple que chegou às lojas dos Estados Unidos no dia 2 de fevereiro de 2024 por US$ 3.499 (mais de R$ 17 mil de acordo com a cotação atual do dólar e sem os impostos). Trata-se de um dispositivo que une realidade virtual e aumentada com uma interface que pode ser controlada usando olhos, voz e gestos das mãos. Esta interface é um menu 3D em que os elementos e imagens flutuam em torno da pessoa.
Apple Vision Pro foi apresentado durante a WWDC 2023
 Diego Mattos/TechTudo
Com o Apple Vision Pro, é possível checar a previsão do tempo, assistir a filmes, ouvir músicas e visualizar fotos no iCloud — como se fosse uma espécie de projetor ativo. Para que tudo isso funcione, o equipamento possui uma tela interna do tipo micro-LED com resolução 4K, câmeras e microfones embutidos.
Visão de uma pessoa usando o Apple Vision Pro no metrô
Reprodução/YouTube
A ficha técnica do Apple Vision Pro também inclui um processador M2, para as tarefas em geral, e um chip R1, responsável somente pelo processador de realidade aumentada. Há ainda uma bateria externa ligada por cabo. É possível encontrar o óculos em versões com 256 GB, 512 GB ou 1 TB de armazenamento interno nos Estados Unidos.
Com informações de MacRumors e The Verge
🎥 Confira nosso review do óculos de realidade aumentada da Sony!
PlayStation VR 2 – Testamos o novo óculos de realidade virtual da Sony”}]] [[{“value”:”
Valor se aplica aos usuários que não são assinantes do Apple Care+, programa de assistência estendida da empresa; Apple Vision Pro chegou aos EUA por US$ 3.499 Clientes da Apple podem pagar até US$ 2.399 (R$ 12 mil, em conversão direta) para consertar qualquer componente de hardware do Apple Vision Pro. O preço consta do site oficial do produto e vale para os usuários que precisarem reparar o headset e não têm uma assinatura do Apple Care+, serviço de assistência estendida da empresa. Como reforça o site MacRumors, isso é apenas US$ 1.100 (cerca R$ 5,5 mil) a menos do que o preço do produto nas lojas estadunidenses. Não existe previsão para o lançamento oficial do óculos no Brasil.
A página de suporte do Apple Vision Pro exibe somente duas opções de defeito: vidro quebrado ou outros danos. Apenas para substituir a cobertura de vidro, o dono do óculos de realidade aumentada já teria que desembolsar US$ 799 (aproximadamente R$ 3.963). O valor sobe para cerca de R$ 12 mil caso seja necessário substituir outra peça.
➡️ Canal do TechTudo no WhatsApp: acompanhe as principais notícias, tutoriais e reviews
Saiba-mais taboola
Um simples reparo do Apple Vision Pro pode custar quase US$ 2,4 mil
Reprodução/Apple
📝 Qual smartwatch é mais parecido com Apple Watch? Tire suas dúvidas no Fórum TechTudo
O Apple Care+ é o serviço de reparos da Apple nos Estados Unidos, com custo mensal de US$ 24,99 (R$ 123,95, em conversão direta). Porém, se o consumidor optar pela assinatura bienal, poderá desembolsar o valor de US$ 499 (aproximadamente R$ 2.475) — um desconto de mais de US$ 100 em dois anos de uso. Mesmo para quem optar pelo plano bienal, um conserto qualquer no Apple Vision Pro custará US$ 299 (cerca de R$ 1.483).
Sobre o Apple Vision Pro
O Apple Vision Pro é um óculos de realidade mista da Apple que chegou às lojas dos Estados Unidos no dia 2 de fevereiro de 2024 por US$ 3.499 (mais de R$ 17 mil de acordo com a cotação atual do dólar e sem os impostos). Trata-se de um dispositivo que une realidade virtual e aumentada com uma interface que pode ser controlada usando olhos, voz e gestos das mãos. Esta interface é um menu 3D em que os elementos e imagens flutuam em torno da pessoa.
Apple Vision Pro foi apresentado durante a WWDC 2023
 Diego Mattos/TechTudo
Com o Apple Vision Pro, é possível checar a previsão do tempo, assistir a filmes, ouvir músicas e visualizar fotos no iCloud — como se fosse uma espécie de projetor ativo. Para que tudo isso funcione, o equipamento possui uma tela interna do tipo micro-LED com resolução 4K, câmeras e microfones embutidos.
Visão de uma pessoa usando o Apple Vision Pro no metrô
Reprodução/YouTube
A ficha técnica do Apple Vision Pro também inclui um processador M2, para as tarefas em geral, e um chip R1, responsável somente pelo processador de realidade aumentada. Há ainda uma bateria externa ligada por cabo. É possível encontrar o óculos em versões com 256 GB, 512 GB ou 1 TB de armazenamento interno nos Estados Unidos.
Com informações de MacRumors e The Verge
🎥 Confira nosso review do óculos de realidade aumentada da Sony!
PlayStation VR 2 – Testamos o novo óculos de realidade virtual da Sony”}]] techtudo 

Posted in ,
bannerrsm

photo_2023-04-04_18-00-57
Rolar para cima
× Como posso te ajudar?