Roupas leves, hidratação e mais: como cuidar da saúde íntima durante o Carnaval

Roupas leves, hidratação e mais: como cuidar da saúde íntima durante o Carnaval
photo_2023-04-04_18-01-39

[[{“value”:”

O Carnaval e a folia finalmente batem à porta e, com isso, muitas festas, viagens e bloquinhos para aproveitar o feriado. Apesar de se caracterizar uma época de curtição, cheia de programações alegres e festivas, cuidados com a saúde, principalmente íntima, devem estar ainda mais em foco.

“No Carnaval os cuidados devem ser redobrados. Com o calor do verão, as pessoas normalmente já suam mais e as bactérias se proliferam com muito mais facilidade. Soma-se a isso praia, trajes molhados por longos períodos, os movimentos do corpo e o pular o carnaval; o consumo de álcool, as fantasias, por vezes abafadas, a sensação de liberalidade que estimula as relações sexuais, tudo isso acaba por exigir um cuidado extra com a higiene íntima e corporal como um todo˜, explica Karin Anzolch, urologista da Sociedade Brasileira de Urologia.

As mulheres ainda precisam ainda mais de atenção, já que são mais propícias a adquirir doenças na região íntima, como candidíase.

Além disso, de acordo com  o ginecologista e obstetra Leonardo Valadão, períodos longos com privação do sono, alimentação desregrada, abuso de álcool ou outras substâncias como pode acontecer nessa época do ano, levam a desequilíbrios que vão desde modificações da flora normal do intestino e da vagina da mulher, como queda da imunidade que dão brecha ao aparecimento de certos quadros ginecológicos e até infecções sexualmente transmissíveis quando há relação sexual desprotegida.

 

A folia está chegando: veja dicas para curtir o Carnaval com saúde

CNN Sinais Vitais aborda a Medicina de Família e Comunidade

Não gosta de beber água? Veja dicas para manter a hidratação

A CNN conversou com profissionais especialistas em saúde íntima para entender mais sobre quais cuidados podem ser tomados para curtir o Carnaval sem neuras e problemas.

Cuidados com a saúde íntima no Carnaval

Roupas leves e de algodão

“Sempre que possível, é essencial optar pelas roupas mais ventiladas, claras e de algodão”, aponta Karin.

Isso é importante porque, de acordo com a ginecologista e obstetra Roberta Simonaggio, muitas vezes as roupas usadas no Carnaval são de materiais sintéticos que ficam grande tempo em contato com a vulva da mulher e podem causar machucados na região pelo próprio atrito.

Tenha foco na hidratação e alimentação

A boa hidratação e alimentação está diretamente ligada ao bem estar da região íntima. Para alguns durante a folia, esses dois fatores não são uma prioridade e acabam sendo deixados de lado.

“É importante nos dias de folia lembrar que você precisa se hidratar bem, lembrando de sempre intercalar as bebidas alcoólicas com bastante água. Alimentação balanceada também faz parte desse pacote e, uma vez que eventualmente pode ser difícil encontrar alimentos saudáveis durante a festa, levar uma bolsa/mochila contendo algumas frutas e snacks nutritivos como barras de cereal e iogurte podem ser uma opção”, ressalta Leonardo Valadão.

Atenção especial à limpeza da região íntima

Cuidados devem ser redobrados durante o Carnaval / Freepik

Roberta Simonaggio exalta a atenção com a limpeza da região íntima durante os tempos festivos. “Nos eventos de Carnaval, costuma ser difícil achar um banheiro e muitas vezes a mulher não consegue fazer sua higiene íntima correta”. Segundo a profissional, uma boa solução pode ser levar lenços umedecidos para higiene da região íntima após urinar, já que raramente nos banheiros públicos pode ser encontrado papel higiênico.

Karin também aponta atenção para a limpeza nas genitais dos homens. “Secar a urina após micção ajuda a prologar o efeito da lavagem local. É importante lavar a área íntima com cuidado, com água corrente e sabonete, de preferência neutro, pelo menos duas vezes ao dia nessa época do ano, e sempre após as relações sexuais, que devem ser sempre protegidas com preservativo”, diz ela.

“Se a pessoa suar muito, ou tiver um prepúcio (pele que recobre a glande, a cabeça do pênis), muito longa ou fechada, ou se for diabético, tiver algum problema de imunossupressão ou já tiver apresentado infecções no local antes, os cuidados devem ser reforçados”, complementa a urologista.

Não fique de roupa molhada

A época do Carnaval é muito marcada por chuvas recorrentes. Nesses momentos, principalmente para quem aproveita a festividade nos bloquinhos de rua, é importante ter atenção ao uso de roupa molhada.

Evitar uso por período prolongado de roupas íntimas molhadas para reduzir a chance de candidíase, segundo Leonardo Valadão. Portanto, se estiver chovendo ou houver grande probabilidade de se molhar, é essencial ter uma calcinha seca para troca.

“Importante ainda lembrar que caso esteja no período menstrual, trocar com frequência o absorvente, em especial os absorventes internos, a fim de evitar mau odor e infecções”, acrescenta o profissional.

Além disso, segundo Simone, optar por calcinhas de algodão pode ser crucial para manter boa higiene e cuidado.

Use preservativo

/ Reproductive Health Supplies Coalition via Unsplash

Os profissionais ainda atentam para o uso, sem exceções, da camisinha nessa época. Relações sexuais desprotegidas podem causar gestação indesejadas e inúmeras infecções sexualmente transmissíveis, principalmente de um parceiro ou parceira que você não conhece.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Roupas leves, hidratação e mais: como cuidar da saúde íntima durante o Carnaval no site CNN Brasil.

“}]] 

Posted in ,
bannerrsm

photo_2023-04-04_18-00-57
Rolar para cima
× Como posso te ajudar?