Impunes: conheça novo jogo de ação que promete ser o ‘GTA Brasileiro’

Impunes: conheça novo jogo de ação que promete ser o 'GTA Brasileiro'
photo_2023-04-04_18-01-39

 [[{“value”:”Equipe brasileira lança campanha de financiamento coletivo para jogo chamado Impunes, inspirado em séries como GTA 5 e Red Dead Redemption 2; saiba mais sobre o game Impunes é um novo projeto que promete ser uma versão brasileira da popular série GTA — atualmente com games como GTA 5 e o futuro GTA 6. O game é produzido pelo estúdio independente nacional chamado 2nibble e lançou uma campanha de financiamento coletivo no site Apoia.se, visando a meta de R$ 40 mil em 60 dias para arcar com os custos de desenvolvimento. Até agora, a “vaquinha” arrecadou mais de R$ 3.200, e a intenção da equipe é lançar uma versão pré-alpha para apoiadores no início de 2025, caso a campanha vá bem até lá.
Em seguida, os planos são de publicar uma versão Alpha em acesso antecipado no Steam no ano seguinte, 2026. A proposta de “GTA brasileiro” é algo comum por aqui, e outro projeto semelhante que fez sucesso em seu acesso antecipado foi 171, disponível no Steam por R$ 59,99.
🎮 GTA, Zelda e mais: 10 jogos que sofreram com vazamentos recentes
🔔 Canal do TechTudo no WhatsApp: acompanhe as principais notícias, tutoriais e reviews
Impunes é um novo jogo brasileiro em financiamento coletivo inspirado em GTA e Red Dead Redemption 2
Divulgação/2nibble
👉 Quais são os 10 melhores jogos na sua opinião? Comente no Fórum TechTudo
Segundo o vídeo de apresentação do game na página de financiamento coletivo, Impunes é inspirado em jogos famosos da Rockstar Games, como GTA 5 e Red Dead Redemption 2, mas também em títulos mais antigos, como Need for Speed Most Wanted de 2005 e Driver Parallel Lines de 2006. De acordo com a equipe, o jogo pretende ser mais do que apenas um “GTA”, pois a intenção é criar uma simulação da realidade brasileira de fato onde será possível “fazer o que quiser”.
O game incluirá tanto atividades legais quanto ilegais, as quais poderão ser realizadas de maneira não linear, como em um “Sandbox”, ou seja, um mundo aberto livre. As ações do jogador garantirão pontos que o tornam “Idôneo” ou “Impune”, abrindo novas possibilidades e interações com base em sua reputação. O jogo se passa na cidade fictícia de Canário, no Estado de Santa Camila, inspirada pelas cidades reais de Balneário Camboriú e Camboriú, em Santa Catarina. O projeto pretende representar um mapa com 3 km de extensão inicialmente e 6×6 km na versão completa.
Por ora, o game já está em desenvolvimento há pouco mais de 1 ano e meio e 1 km do mapa já teria sido modelado. Os usuários poderão escolher entre jogar no modo “Simulação”, mais realista, ou “Arcade”, um sandbox com suas próprias regras. Algumas diferenças incluem um limite na quantidade de armas que podem ser carregadas, sinais de desgaste nos veículos, policiais que se lembrarão do rosto do jogador, maior controle sobre carros roubados, atenção à posse de armas e mais.
A cidade de Canário em Impunes é inspirada por Balneário Camboriú e Camboriú, em Santa Catarina
Divulgação/2nibble
A equipe 2nibble é um grupo independente que lançou alguns jogos no passado em eventos “Game Jam”, competições nas quais desenvolvedores tentam criar um game em poucos dias. O programador principal é Valdir Júnior, conhecido pelo apelido Junior_Djjr, dono do site de modificações de GTA chamado MixMods e responsável por vários mods de GTA: San Andreas. Junto a ele, a equipe tem um total de 5 pessoas: Chrystian Farias, John “Zeneric”, Lameque “Meck”, Marcos Cordeiro e Yuri “Yhdf”, além de colaboradores que ajudaram com partes específicas do jogo. Impunes está sendo desenvolvido na engine Unity.
Impunes promete oferecer personalização de carros em sua versão pré-alpha
Divulgação/2nibble
O apoio à campanha pode ser feito em até 10 níveis com diferentes valores com preços a partir de R$ 20 (Apoiador Mínimo), que garante apenas o nome do apoiador nos créditos. A partir de R$ 50 (Apoiador Confiante), o usuário recebe uma versão digital do game quando sua versão pré-alpha for lançada. E em valores acima de R$ 300, o apoiador pode inserir um personagem baseado nele mesmo no jogo, com sua própria missão. No nível mais alto, por R$ 1.200 (Apoiador Poderoso), o usuário pode ser uma celebridade no jogo ou até mesmo um político (prefeito ou vereador).
Em Impunes jogadores poderão ter armamentos pesados, mas no modo simulação terão que ficar atentos à polícia
Divulgação/2nibble
Segundo os planos de desenvolvimento, a versão pré-alpha contaria com a região praiana incompleta de Canário, trazendo pontos turísticos, ciclo de dia e noite, efeitos de chuva, neblina, entre outros. Os jogadores poderiam criar seu personagem com opções de corpo, rosto e roupas e usufruir de uma gameplay básica com algumas missões, trabalhos, mecânicas de combate e polícia.
Haverá em torno de 20 veículos para dirigir, como carros personalizáveis, ônibus, caminhões, motos e mais, além de 10 a 20 armas de fogo. Cada nova versão teria mais conteúdo até o lançamento da versão completa depois de 2030. A equipe considera adicionar modos de jogo multiplayer se o game fizer sucesso e existe a possibilidade de lançamento de versões para consoles.
Confira vídeo do jogo Impunes
E o outro ‘GTA Brasileiro’?
A ideia de criar um game estilo GTA no Brasil não é nova e a maioria dos fãs nacionais da série já teve contato com outro projeto do gênero, chamado “171”. O jogo desenvolvido pelo estúdio Betagames Group arrecadou mais de R$ 264 mil em duas campanhas de financiamento coletivo e teve uma versão em acesso antecipado lançada na loja digital Steam por R$ 59,99. Segundo a página do Steam de 171, o game poderia ter sua versão completa no final de 2024, mas a data pode mudar.
O projeto 171 teve grande sucesso em campanha de financiamento coletivo e também promete entregar um “GTA brasileiro”
Reprodução/Steam
Na época, o desenvolvedor Valdir Júnior se envolveu em uma polêmica criticando o projeto 171 ao afirmar que, apesar do dinheiro arrecadado, o game utilizava conteúdos pré-prontos, “Assets” comprados na loja Unreal MarketPlace. Ele afirmou ainda que não era contra o uso desses assets, mas que não havia transparência no uso do dinheiro, como uma meta de R$ 85 mil que incluía adicionar ciclo de dia e noite, mas que supostamente utilizava um asset chamado “Ultra Dynamic Sky” disponível por US$ 39, por volta de R$ 200 na ocasião, segundo ele.
Com informação de Apoia.se, 2nibble, MixMods
GTA 6: saiba tudo sobre PERSONAGENS, MAPAS e CONSOLES do game
Saiba Mais”}]] [[{“value”:”
Equipe brasileira lança campanha de financiamento coletivo para jogo chamado Impunes, inspirado em séries como GTA 5 e Red Dead Redemption 2; saiba mais sobre o game Impunes é um novo projeto que promete ser uma versão brasileira da popular série GTA — atualmente com games como GTA 5 e o futuro GTA 6. O game é produzido pelo estúdio independente nacional chamado 2nibble e lançou uma campanha de financiamento coletivo no site Apoia.se, visando a meta de R$ 40 mil em 60 dias para arcar com os custos de desenvolvimento. Até agora, a “vaquinha” arrecadou mais de R$ 3.200, e a intenção da equipe é lançar uma versão pré-alpha para apoiadores no início de 2025, caso a campanha vá bem até lá.
Em seguida, os planos são de publicar uma versão Alpha em acesso antecipado no Steam no ano seguinte, 2026. A proposta de “GTA brasileiro” é algo comum por aqui, e outro projeto semelhante que fez sucesso em seu acesso antecipado foi 171, disponível no Steam por R$ 59,99.
🎮 GTA, Zelda e mais: 10 jogos que sofreram com vazamentos recentes
🔔 Canal do TechTudo no WhatsApp: acompanhe as principais notícias, tutoriais e reviews
Impunes é um novo jogo brasileiro em financiamento coletivo inspirado em GTA e Red Dead Redemption 2
Divulgação/2nibble
👉 Quais são os 10 melhores jogos na sua opinião? Comente no Fórum TechTudo
Segundo o vídeo de apresentação do game na página de financiamento coletivo, Impunes é inspirado em jogos famosos da Rockstar Games, como GTA 5 e Red Dead Redemption 2, mas também em títulos mais antigos, como Need for Speed Most Wanted de 2005 e Driver Parallel Lines de 2006. De acordo com a equipe, o jogo pretende ser mais do que apenas um “GTA”, pois a intenção é criar uma simulação da realidade brasileira de fato onde será possível “fazer o que quiser”.
O game incluirá tanto atividades legais quanto ilegais, as quais poderão ser realizadas de maneira não linear, como em um “Sandbox”, ou seja, um mundo aberto livre. As ações do jogador garantirão pontos que o tornam “Idôneo” ou “Impune”, abrindo novas possibilidades e interações com base em sua reputação. O jogo se passa na cidade fictícia de Canário, no Estado de Santa Camila, inspirada pelas cidades reais de Balneário Camboriú e Camboriú, em Santa Catarina. O projeto pretende representar um mapa com 3 km de extensão inicialmente e 6×6 km na versão completa.
Por ora, o game já está em desenvolvimento há pouco mais de 1 ano e meio e 1 km do mapa já teria sido modelado. Os usuários poderão escolher entre jogar no modo “Simulação”, mais realista, ou “Arcade”, um sandbox com suas próprias regras. Algumas diferenças incluem um limite na quantidade de armas que podem ser carregadas, sinais de desgaste nos veículos, policiais que se lembrarão do rosto do jogador, maior controle sobre carros roubados, atenção à posse de armas e mais.
A cidade de Canário em Impunes é inspirada por Balneário Camboriú e Camboriú, em Santa Catarina
Divulgação/2nibble
A equipe 2nibble é um grupo independente que lançou alguns jogos no passado em eventos “Game Jam”, competições nas quais desenvolvedores tentam criar um game em poucos dias. O programador principal é Valdir Júnior, conhecido pelo apelido Junior_Djjr, dono do site de modificações de GTA chamado MixMods e responsável por vários mods de GTA: San Andreas. Junto a ele, a equipe tem um total de 5 pessoas: Chrystian Farias, John “Zeneric”, Lameque “Meck”, Marcos Cordeiro e Yuri “Yhdf”, além de colaboradores que ajudaram com partes específicas do jogo. Impunes está sendo desenvolvido na engine Unity.
Impunes promete oferecer personalização de carros em sua versão pré-alpha
Divulgação/2nibble
O apoio à campanha pode ser feito em até 10 níveis com diferentes valores com preços a partir de R$ 20 (Apoiador Mínimo), que garante apenas o nome do apoiador nos créditos. A partir de R$ 50 (Apoiador Confiante), o usuário recebe uma versão digital do game quando sua versão pré-alpha for lançada. E em valores acima de R$ 300, o apoiador pode inserir um personagem baseado nele mesmo no jogo, com sua própria missão. No nível mais alto, por R$ 1.200 (Apoiador Poderoso), o usuário pode ser uma celebridade no jogo ou até mesmo um político (prefeito ou vereador).
Em Impunes jogadores poderão ter armamentos pesados, mas no modo simulação terão que ficar atentos à polícia
Divulgação/2nibble
Segundo os planos de desenvolvimento, a versão pré-alpha contaria com a região praiana incompleta de Canário, trazendo pontos turísticos, ciclo de dia e noite, efeitos de chuva, neblina, entre outros. Os jogadores poderiam criar seu personagem com opções de corpo, rosto e roupas e usufruir de uma gameplay básica com algumas missões, trabalhos, mecânicas de combate e polícia.
Haverá em torno de 20 veículos para dirigir, como carros personalizáveis, ônibus, caminhões, motos e mais, além de 10 a 20 armas de fogo. Cada nova versão teria mais conteúdo até o lançamento da versão completa depois de 2030. A equipe considera adicionar modos de jogo multiplayer se o game fizer sucesso e existe a possibilidade de lançamento de versões para consoles.
Confira vídeo do jogo Impunes
E o outro ‘GTA Brasileiro’?
A ideia de criar um game estilo GTA no Brasil não é nova e a maioria dos fãs nacionais da série já teve contato com outro projeto do gênero, chamado “171”. O jogo desenvolvido pelo estúdio Betagames Group arrecadou mais de R$ 264 mil em duas campanhas de financiamento coletivo e teve uma versão em acesso antecipado lançada na loja digital Steam por R$ 59,99. Segundo a página do Steam de 171, o game poderia ter sua versão completa no final de 2024, mas a data pode mudar.
O projeto 171 teve grande sucesso em campanha de financiamento coletivo e também promete entregar um “GTA brasileiro”
Reprodução/Steam
Na época, o desenvolvedor Valdir Júnior se envolveu em uma polêmica criticando o projeto 171 ao afirmar que, apesar do dinheiro arrecadado, o game utilizava conteúdos pré-prontos, “Assets” comprados na loja Unreal MarketPlace. Ele afirmou ainda que não era contra o uso desses assets, mas que não havia transparência no uso do dinheiro, como uma meta de R$ 85 mil que incluía adicionar ciclo de dia e noite, mas que supostamente utilizava um asset chamado “Ultra Dynamic Sky” disponível por US$ 39, por volta de R$ 200 na ocasião, segundo ele.
Com informação de Apoia.se, 2nibble, MixMods
GTA 6: saiba tudo sobre PERSONAGENS, MAPAS e CONSOLES do game
Saiba Mais”}]] techtudo 

Posted in ,
bannerrsm

photo_2023-04-04_18-00-57
Rolar para cima
× Como posso te ajudar?