Ex-comandante da FAB chamado de “traidor da pátria” diz que considerava Braga Netto amigo e que general foi derrotado por ambições

Ex-comandante da FAB chamado de “traidor da pátria” diz que considerava Braga Netto amigo e que general foi derrotado por ambições
photo_2023-04-04_18-01-39

[[{“value”:”

O tenente-brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, comandante da Aeronáutica durante o governo Bolsonaro, disse nesta sexta-feira (9) que aqueles que julgava serem seus amigos foram derrotados por suas ambições.

O recado foi dado ao general Walter Souza Braga Netto (PL) em suas redes sociais. Candidato em 2022 a vice-presidente na chapa com Bolsonaro, Braga Netto chamou Baptista Jr. de “traidor da pátria” por considerar que o então comandante decidiu não aderir à trama golpista elaborada pela alta cúpula do governo federal meses antes das eleições daquele ano.

Leia Mais

Alvo de operação, assessor de Bolsonaro entrega passaporte nesta sexta-feira

Reunião de Bolsonaro não foi gravada na íntegra, dizem fontes

Vídeo mostra Bolsonaro desdenhando de tortura de Dilma em reunião com ministros em 2022

A ofensa ao então comandante da Força Aérea Brasileira (FAB) foi feita em uma troca de mensagens de Braga Netto com o militar da reserva Ailton Gonçalves Moraes Barros em 15 de dezembro de 2022.

“Já tendo passado dos 60 anos, não tenho mais o direito de me iludir com o ser humano, nem mesmo aqueles que julgava amigos e foram derrotados pelas suas ambições”, publicou o brigadeiro no X (antigo Twitter).

A avaliação de interlocutores de Baptista Jr. é de que a postura do general Braga Netto foi inadmissível e contra os princípios militares de hierarquia e disciplina.

 

*Em atualização

Este conteúdo foi originalmente publicado em Ex-comandante da FAB chamado de “traidor da pátria” diz que considerava Braga Netto amigo e que general foi derrotado por ambições no site CNN Brasil.

“}]] 

Posted in ,
bannerrsm

photo_2023-04-04_18-00-57
Rolar para cima
× Como posso te ajudar?