Entenda como a PF identificou pepita de ouro encontrada com Valdemar Costa Neto

Entenda como a PF identificou pepita de ouro encontrada com Valdemar Costa Neto
photo_2023-04-04_18-01-39

[[{“value”:”

A perícia criminal federal feita na pepita de ouro encontrada na casa de Valdemar Costa Neto, presidente do PL, durou quatro horas durante a tarde desta quinta-feira (8).

A perícia, no Instituto Nacional de Criminalística (INC), foi feita com o equipamento chamado “pistola de fluorescência”. Segundo peritos ouvidos pela CNN, o aparelho dá a composição em nível atômico do material.

Leia Mais

Valdemar é transferido para carceragem da PF

Perícia preliminar aponta que ouro apreendido com Valdemar é de garimpo

Cid propôs R$ 100 mil para trazer pessoas para manifestação bolsonarista, diz investigação

Segundo os profissionais, também é possível atestar a origem do minério com base na composição química.

Nesse caso, foi atestado que a pepita é originária de um garimpo. No entanto, a análise não aponta de qual estado seria esse garimpo.

A pepita — que pesa 39,18 gramas e vale cerca de R$ 11,7 mil — chegou por volta 11h40 e passou por perícia no Serviço de Perícias em Geologia, área de Gemologia.

Com base na análise, os peritos criminais federais concluíram a análise e atestaram o trabalho em laudo finalizado, que servirá de base no inquérito da Polícia Federal.

De acordo com os peritos, mesmo com o laudo finalizado outros exames serão feitos para saber a origem da pepita de ouro. “Serão feitos outros tipos de exames, com outra metodologia que, talvez, em algumas semanas, possa dar este resultado”, explicou um profissional, sob reserva.

A apreensão do minério com Costa Neto foi na manhã desta quinta durante a operação Tempus Veritatis, em que Valdemar foi alvo e também teve uma arma de fogo com registro vencido apreendida.

Os advogados do político questionam a prisão. Afirmam que a arma é registrada e a pedra apreendida tem baixo valor e não configuram delito.

Veja a nota na íntegra:

“A defesa do presidente Nacional do PL Valdemar Costa Neto afirma que não há fato relevante algum e que a pedra apreendida tem baixo valor e não configura delito segundo a própria jurisprudência.

Afirma também que a arma é registrada, tem uso permitido, que pertence a um parente próximo e que foi esquecida há vários anos no apartamento dele.

Em outras palavras:

Como pode alguém ser detido por ser portador de uma pedra guardada há anos como relíquia e que segundo a própria auditoria da Polícia Federal vale cerca de 10 mil reais?”

*Com informações de Carol Rosito e Gabriela Prado, da CNN

Este conteúdo foi originalmente publicado em Entenda como a PF identificou pepita de ouro encontrada com Valdemar Costa Neto no site CNN Brasil.

“}]] 

Posted in ,
bannerrsm

photo_2023-04-04_18-00-57
Rolar para cima
× Como posso te ajudar?