Quem inventou o Waze? Spoiler: o app não surgiu nos EUA

photo_2023-04-04_18-01-39

 Quem inventou o Waze? Por onde andam os fundadores do aplicativo? Confira essas e outras curiosidades sobre a plataforma de localização e GPS que faz sucesso entre motoristas Você já se perguntou quem inventou o Waze? Ao contrário do que se imagina, o popular app disponível para dispositivos Android e iPhone (iOS), não foi criado nos Estados Unidos, algo comum para empresas de tecnologia, apesar de a sede atual estar localizada em solo americano. A plataforma, na verdade, foi fundada em Israel e chamou atenção do mundo em 2013 ao ter sido vendida por um valor bilionário e chegou ser sondada por empresas famosas como a Apple e até mesmo o Facebook de Mark Zuckerberg. A seguir, saiba quem criou o Waze e outras informações interessantes sobre o app de mobilidade, como a trajetória profissional dos fundadores e o papel do Google no seu crescimento.
Trânsito agora: saiba encontrar o melhor caminho no Waze e Google Maps
Canal do TechTudo no WhatsApp: acompanhe as principais notícias, tutoriais e reviews
Waze foi criado fora dos EUA e se tornou um dos aplicativos mais famosos entre usuários desse tipo de serviço
TechTudo
📝Google Fotos cheio, o que fazer? Confira a dúvida no Fórum do TechTudo
Quem criou o Waze?
O Waze foi criado em 2008 pelo empreendedor israelense Uri Levine, o engenheiro de software Ehud Shabtai, Amir e Gili Shinar, Arie Gillon e Noam Bardin, CEO da empresa desde 2009. O aplicativo se tornou bastante popular entre motoristas por oferecer dados atualizados sobre o trânsito local com base em informações prestadas pela comunidade, navegação por GPS e sugestões de rotas mais livres. No ano de lançamento, a plataforma contava com 2.500 usuários com cadastro ativo e, em 2013, o total já passava de 50 milhões.
Waze passou por importantes modificações desde o seu lançamento até se tornar popular no mundo
Flávia Fernandes/TechTudo
O Waze é do Google?
Em 2013, o Waze foi vendido para o Google pelo valor de US$ 1 bilhão, tendo em vista a necessidade de captação de recursos para melhorias na própria plataforma. A ação ajudou a acrescentar dados ao Google Maps, bem como para repassar anúncios personalizados aos usuários e aumentar a presença no mercado em relação a empresas concorrentes. Desde 2022, a gigante de tecnologia reuniu as equipes que trabalhavam com mapeamento nas duas empresas, reduzindo custos e unificando produtos.
Waze foi adquirido pelo Google em 2013 como parte de uma estratégia de crescimento da empresa
Reprodução/Flávia Fernandes
Qual o trabalho do Uri Levine e dos outros fundadores do Waze hoje?
Após vender o famoso app de mobilidade, Levine, um dos principais envolvidos no desenvolvimento do software, também colaborou na elaboração de outros aplicativos, como o Moovit, voltado para transportes públicos, Pontera, para projetos de aposentadoria, e o FairFly, no segmento de viagens aéreas. Além disso, Levine se dedica a orientar outros empreendedores que querem desenvolver soluções digitais, como foi o caso do Waze.
Já Noam Bardin, foi trabalhar no Google para aperfeiçoar a plataforma de trânsito. No entanto, em 2021, Bardin pediu demissão após desentendimentos entre ele e a maneira como a empresa pensava burocraticamente a plataforma. “A quantidade de tempo e esforço gastos em Legal, Política, Privacidade e em recursos que ainda não foram enviados aos usuários significou um desperdício significativo de recursos e foco”, disse Noam em um post no site Paygo naquele ano.
Após a venda do Waze, fundadores da plataforma continuaram a se dedicar ao universo digital
Reprodução/Mariana Tralback
Com informações de Fast Company, Forbes, TechCrunch (1,2), This is Money e The Times of Israel.
Mais do TechTudo
Veja também: 5 funções do Google Maps que você precisa conhecer
5 funções do Google Maps que você precisa conhecer 
Quem inventou o Waze? Por onde andam os fundadores do aplicativo? Confira essas e outras curiosidades sobre a plataforma de localização e GPS que faz sucesso entre motoristas Você já se perguntou quem inventou o Waze? Ao contrário do que se imagina, o popular app disponível para dispositivos Android e iPhone (iOS), não foi criado nos Estados Unidos, algo comum para empresas de tecnologia, apesar de a sede atual estar localizada em solo americano. A plataforma, na verdade, foi fundada em Israel e chamou atenção do mundo em 2013 ao ter sido vendida por um valor bilionário e chegou ser sondada por empresas famosas como a Apple e até mesmo o Facebook de Mark Zuckerberg. A seguir, saiba quem criou o Waze e outras informações interessantes sobre o app de mobilidade, como a trajetória profissional dos fundadores e o papel do Google no seu crescimento.
Trânsito agora: saiba encontrar o melhor caminho no Waze e Google Maps
Canal do TechTudo no WhatsApp: acompanhe as principais notícias, tutoriais e reviews
Waze foi criado fora dos EUA e se tornou um dos aplicativos mais famosos entre usuários desse tipo de serviço
TechTudo
📝Google Fotos cheio, o que fazer? Confira a dúvida no Fórum do TechTudo
Quem criou o Waze?
O Waze foi criado em 2008 pelo empreendedor israelense Uri Levine, o engenheiro de software Ehud Shabtai, Amir e Gili Shinar, Arie Gillon e Noam Bardin, CEO da empresa desde 2009. O aplicativo se tornou bastante popular entre motoristas por oferecer dados atualizados sobre o trânsito local com base em informações prestadas pela comunidade, navegação por GPS e sugestões de rotas mais livres. No ano de lançamento, a plataforma contava com 2.500 usuários com cadastro ativo e, em 2013, o total já passava de 50 milhões.
Waze passou por importantes modificações desde o seu lançamento até se tornar popular no mundo
Flávia Fernandes/TechTudo
O Waze é do Google?
Em 2013, o Waze foi vendido para o Google pelo valor de US$ 1 bilhão, tendo em vista a necessidade de captação de recursos para melhorias na própria plataforma. A ação ajudou a acrescentar dados ao Google Maps, bem como para repassar anúncios personalizados aos usuários e aumentar a presença no mercado em relação a empresas concorrentes. Desde 2022, a gigante de tecnologia reuniu as equipes que trabalhavam com mapeamento nas duas empresas, reduzindo custos e unificando produtos.
Waze foi adquirido pelo Google em 2013 como parte de uma estratégia de crescimento da empresa
Reprodução/Flávia Fernandes
Qual o trabalho do Uri Levine e dos outros fundadores do Waze hoje?
Após vender o famoso app de mobilidade, Levine, um dos principais envolvidos no desenvolvimento do software, também colaborou na elaboração de outros aplicativos, como o Moovit, voltado para transportes públicos, Pontera, para projetos de aposentadoria, e o FairFly, no segmento de viagens aéreas. Além disso, Levine se dedica a orientar outros empreendedores que querem desenvolver soluções digitais, como foi o caso do Waze.
Já Noam Bardin, foi trabalhar no Google para aperfeiçoar a plataforma de trânsito. No entanto, em 2021, Bardin pediu demissão após desentendimentos entre ele e a maneira como a empresa pensava burocraticamente a plataforma. “A quantidade de tempo e esforço gastos em Legal, Política, Privacidade e em recursos que ainda não foram enviados aos usuários significou um desperdício significativo de recursos e foco”, disse Noam em um post no site Paygo naquele ano.
Após a venda do Waze, fundadores da plataforma continuaram a se dedicar ao universo digital
Reprodução/Mariana Tralback
Com informações de Fast Company, Forbes, TechCrunch (1,2), This is Money e The Times of Israel.
Mais do TechTudo
Veja também: 5 funções do Google Maps que você precisa conhecer
5 funções do Google Maps que você precisa conhecer techtudo 

Posted in ,
bannerrsm

photo_2023-04-04_18-00-57
Rolar para cima