Destaques da NASA: Terra e Lua, aurora e + nas fotos astronômicas da semana

photo_2023-04-04_18-01-39

Chegou o momento de conferir as fotos destacadas pela NASA em seu site Astronomy Picture of the Day nesta semana. Há uma foto de uma aurora boreal na Islândia fotografada de forma única, o brilho da Via Láctea registrado junto de um observatório no Chile e muito mais.

Veja abaixo:

Sábado (25/11) — Aurora

Uma aurora esverdeada brilhou na região da montanha Kirkjufell, na Islândia. O fotógrafo decidiu registrá-la de um jeito diferente: com uma câmera digital, ele criou um mosaico que mostra o fenômeno em 360º, chegando ao resultado abaixo.


Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.

Aurora boreal na Islândia (Imagem: Reprodução/Victor Lima)

A montanha Kirkujufell aparece na parte superior da foto, junto das estrelas da constelação Ursa Maior. No canto inferior direito, está o aglomerado estelar das Plêiades junto de Júpiter.

Leia também: Auroras aparecem no céu após tempestade solar forte atingir a Terra

Domingo (26/11) — Jato no cometa 67P

Em 2016, o cometa 67P/Chruyumov-Gerasimenko liberou um longo jato de poeira pelo espaço. A sonda Rosetta não só tirou fotos do fenômeno, como também voou através das partículas expelidas.

Jato de poeira expelido pelo cometa 67P (Imagem: Reprodução/ESA, Rosetta, MPS, OSIRIS; UPD/LAM/IAA/SSO/INTA/UPM/DASP/IDA)

A foto mostra a pluma brilhante de partículas liberadas em uma pequena parte da superfície do cometa. Ao analisar os dados da Rosetta, cientistas descobriram que o material era formado por poeira e gelo.

Leia também: Vídeo emocionante reúne 40 mil fotos do cometa 67P, explorado pela sonda Rosetta

Segunda-feira (27/11) — Nebulosa LBN 86

Esta é a nebulosa LBN 86, do tipo escura. Ela é uma grande nuvem de gás e poeira que aparece em tons de marrom por causa das partículas em sua estrutura, que bloqueiam e dispersam a luz visível vinda do fundo.

Nebulosa escura LBN 86 (Imagem: Reprodução/Vikas Chander)

Nebulosas escuras como a LBN 86 também são chamadas de nuvens moleculares, porque são formadas por grandes quantidades de hidrogênio molecular e outros compostos.

Saiba mais sobre a foto da nebulosa escura

Terça-feira (28/11) — Lua Ganimedes

A foto abaixo foi tirada pela sonda Juno e mostra Ganimedes, a maior lua do Sistema Solar. Em sua superfície congelada, há crateras jovens misturadas a estruturas mais antigas, que parecem ter vindo do movimento de placas de gelo.

Lua Ganimedes em foto da sonda Juno (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech/SwRI/MSSS; Processing & License: Kevin M. Gill)

Os cientistas acreditam que, sob a crosta de Ganimedes, há um vasto oceano. Assim como nossa Lua, este satélite natural mantém sempre a mesma face voltada para Júpiter.

Saiba mais sobre a foto da maior lua do Sistema Solar

Quarta-feira (29/11) — Tornado landspout

Um fenômeno curioso aconteceu em Kansas, nos Estados Unidos, em 2019. Veja só: a foto abaixo mostra um tornado que parece ter outro menor em seu interior.

Tornado landspout em Kansas (Imagem: Reprodução/Brad Hannon)

Trata-se de um tornado landspout, que costuma acontecer nos limites de tempestades intensas. O tornado verdadeiro é o do centro, e a estrutura que parece cercá-lo é formada pelas partículas de poeira movidas por ele.

Saiba mais sobre a foto do tornado

Quinta-feira (30/11) — Terra e Lua

A NASA lançou a missão Artemis I no ano passado, levando a cápsula Orion para um sobrevoo pela Lua. Durante a viagem, ela tirou esta foto, que mostra nosso planeta e a Lua na escuridão do espaço.

Terra e Lua fotografadas durante a missão Artemis I (Imagem: Reprodução/NASA, Artemis I)

Ao longo da missão, a Orion ficou a mais de 430 mil quilômetros da Terra. Ela superou a distância recorde de 400.171 quilômetros estabelecida durante a missão Apollo 13.

Saiba mais sobre a foto da Artemis I

Sexta-feira (01/12) — Via Láctea

O Observatório La Silla, no Chile, foi fotografado junto da faixa da Via Láctea no céu. O centro da nossa galáxia completa a cena abaixo:

Via Láctea brilhando junto do Observatório La Silla, no Chile (Imagem: Reprodução/José Rodrigues)

Na parte central da foto, está o brilho avermelhado da Nebulosa da Laguna, uma região de formação estelar. É possível ver também a Nebulosa Trífida, catalogada como M20.

Saiba mais sobre a foto do centro da galáxia

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

Drone flagra manobra sensacional de navio gigante no Porto de Santos Menino de 10 anos quer que Apple mude desenho do emoji de nerd Pika 1.0 é a nova versão da IA que cria e edita vídeos Os humanos poderiam viver 200 anos se não fossem os dinossauros 😍 BAIXOU DE NOVO | Galaxy S23 volta ao seu menor preço do ano com cupom Exercícios ajudam o cérebro a “pegar no tranco” após noite mal dormida  

Posted in ,
bannerrsm

photo_2023-04-04_18-00-57
Rolar para cima