Após encontro com Lula, Macron se posiciona contra acordo UE-Mercosul

photo_2023-04-04_18-01-39

 ​ 

O presidente da França, Emmanuel Macron, disse ser contra o acordo de livre comércio entre Mercosul e União Europeia, encaminhado em 2019 e que ainda aguarda aprovação de todos os países envolvidos.

Após encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Macron conversou com jornalistas e afirmou que o pacto entre os blocos estaria “mal remendado”.

De acordo com o portal g1, o mandatário francês argumentou que os termos do acordo não levam em conta a biodiversidade e o clima. “E é justamente por isso que sou contra o acordo Mercosul-UE, porque acho que é um acordo completamente contraditório com o que ele [Lula] está fazendo no Brasil e com o que nós estamos fazendo […] não leva em conta a biodiversidade e o clima dentro dele. É um acordo comercial antiquado que desmantela tarifas”, disse.

Questionado por jornalistas, Lula disse que Macron tinha o direito de pensar dessa maneira.

Havia a expectativa de que o acordo comercial fosse assinado na próxima semana, porém o Brasil, que detém a presidência rotativa do Mercosul, informou que não seria possível chegar a um entendimento tão rápido, além de agora esperar também a aprovação do novo presidente da Argentina, Javier Milei.

O porta-voz da Comissão Europeia, Olof Gill, disse que ambas as partes estão “envolvidas em discussões intensas e construtivas” e “progressos substanciais foram feitos nos últimos meses”. Ele acrescentou que “as negociações continuarão com um espírito construtivo, com a ambição de serem concluídas o mais rapidamente possível”.

Após a mudança de planos, uma delegação da UE liderada por Valdis Dombrovskis, vice-presidente de comércio da Comissão Europeia, não viajará ao Rio de Janeiro para a cúpula do Mercosul em 7 de dezembro, segundo as pessoas, que pediram anonimato porque estavam não está autorizado a falar publicamente.

Ainda assim, depois de se reunir na sexta-feira com o Lula, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse que a “UE está empenhada em concretizar este acordo”.

Visita ao Brasil

O presidente francês Emmanuel Macron visitará o Brasil no dia 27 de março de 2024. A confirmação foi feita por ele neste sábado, 2, durante almoço bilateral com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante a COP28, em Dubai.

Lula e Macron durante encontro na COP28 (Ricardo Stuckert / PR)

Durante o encontro, os presidentes conversaram sobre o acordo entre o Mercosul e a União Europeia. O Brasil atua para destravar a parceria entre os blocos. Na sexta-feira, Lula abordou o mesmo tema durante reuniões bilaterais com representante da União Europeia, Ursula von der Leyen, e com o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez.

Lula e Macron já tinham se encontrado rapidamente durante a COP28, quando se cumprimentaram. O país tenta retomar a boa relação com a França, após as rusgas entre os dois países durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro.

(Com Estadão Conteúdo e Bloomberg)

Newsletter
Infomorning
Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia

The post Após encontro com Lula, Macron se posiciona contra acordo UE-Mercosul appeared first on InfoMoney.

 

Posted in ,
bannerrsm

photo_2023-04-04_18-00-57
Rolar para cima