Pão torrado pode conter agente cancerígeno

photo_2023-04-04_18-01-39

Comer torrada queimada ou mesmo pão torrado pode ser prejudicial à saúde, uma vez que o processo libera um agente cancerígeno chamado acrilamida — um composto orgânico classificado pela CAMEO Chemicals como “muito tóxico”. Mas de quanta preocupação estamos falando? Isso significa que nunca mais, em sua vida, você deve comer um pão torrado?

Devemos evitar comer alimentos queimados? O que pode causar câncer? Veja 35 hábitos associados a essa doença

É claro que a situação não é tão radical assim. Ninguém come deliberadamente uma torrada queimada todos os dias, afinal. No entanto, os órgãos de saúde como a FDA (Food and Drug Administration, dos EUA) ou EFSA (The European Food Safety Authority) recomendam que a população não queime os alimentos.

“Uma vez que os níveis de acrilamida estão diretamente relacionados com o escurecimento destes alimentos, alguns países recomendam aos consumidores: ‘Não queime, doure ligeiramente'”, afirma a EFSA.


Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/

Em paralelo, a FSA (Food Standards Agency, do Reino Unido), lançou uma campanha em 2017 que pedia aos cidadãos que deixassem as torradas douradas, mas não as queimassem.

Reação química da torrada

Torrar é um tipo de reação química, mais especificmente, a reação de Maillard, que só ocorre em temperaturas em torno de 120°C. No processo, os açúcares redutores reagem com os aminoácidos presentes no pão, produzindo uma mudança na cor e moléculas de sabor e aroma.

O processo envolve a criação de centenas de compostos de sabores diferentes, que se decompõem para formar ainda mais novos compostos de sabor, e assim por diante. Cada tipo de alimento possui um conjunto específico, formado durante a reação.

Um desses aminoácidos se chama asparagina, e é justamente a reação de Maillard da asparagina que produz a temida acrilamida.

Perigos do pão torrado

A EFSA reitera que é provável que a acrilamida esteja presente nos alimentos desde o início do cozimento, de forma que seja praticamente impossível eliminar totalmente essa substância da dieta.

Comer pão torrado pode não ser uma boa ideia (Imagem: Rodolfo Marques/Unsplash)

Essa acrilamida é conhecida por ser um neurotóxico, ou seja: a exposição prolongada através dos alimentos pode aumentar o risco de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer.

Pesquisadores já perceberam que a química em questão também pode causar problemas no desenvolvimento dos fetos, passando por todos os tecidos, inclusive pela placenta, por ter baixo peso molecular.

Mas a principal preocupação gira em torno dos riscos de câncer, considerando que o composto tem sido associado a maiores incidências de câncer de mama, câncer de rim , câncer de endométrio e ovário.

De qualquer maneira, considerando que o consumo de torrada queimada ou pão torrado costuma ser baixo, não há muito o que temer. Basta evitar, e está tudo bem!

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

Drone flagra manobra sensacional de navio gigante no Porto de Santos Google começa hoje (1º) a apagar contas sem uso Pika 1.0 é a nova versão da IA que cria e edita vídeos Missão de ressuscitar o dodô dá mais um passo rumo à realidade iOS 17.1.2 está disponível com correções de segurança Descoberta geográfica revela como foram erguidas as pirâmides no Egito  

Posted in ,
bannerrsm

photo_2023-04-04_18-00-57
Rolar para cima