Justiça do RJ revoga bloqueio de bens imposto a deputado do PSOL

photo_2023-04-04_18-01-39

A Justiça do Rio de Janeiro revogou, na quinta-feira (30), o bloqueio de bens imposto ao deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ) para o pagamento de uma multa estimada em R$ 1 milhão por desrespeitar uma decisão judicial que impedia a realização de um ato público em Lumiar, distrito de Nova Friburgo, no dia 27 de agosto.

Na data, o parlamentar organizou um ato em solidariedade à deputada estadual do Rio de Janeiro Marina dos Santos (PT), conhecida como Marina do MST, devido à sua militância junto ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Duas semanas antes, ela havia sofrido hostilidades em Lumiar e precisou deixar o local com acompanhamento policial. Na decisão que multou Braga, o juiz Sérgio Louzada, da 2ª Vara Cível de Nova Friburgo, na região serrana do Rio, atendeu a um pedido da empresa Ação Rural de Limiar.

Leia Mais

Dino se reúne com oposição fora do Senado para tentar quebrar resistências

Quem é Marconi Perillo, novo presidente do PSDB

Itamaraty vê “com preocupação” tensão entre Venezuela e Guiana

Já na decisão de quinta-feira, o desembargador Luciano Saboia Rinaldi de Carvalho, da 19ª Câmara de Direito Privado, acatou a tese da defesa de Braga de que o evento convocado para 27 de agosto sequer ocorreu.

“Ressalta-se que, durante todo o período em que o deputado esteve no local (das 11h às 16h15), não houve qualquer indício de aglomeração de pessoas“, argumentou o desembargador.

“Assim, não há justificativa para que seja mantido o bloqueio das contas, uma vez que não verificado o descumprimento da determinação judicial.”

Veja também – Análise: Lula aproveitou espaço para cobrar países desenvolvidos

*Com informações da Agência Brasil

Este conteúdo foi originalmente publicado em Justiça do RJ revoga bloqueio de bens imposto a deputado do PSOL no site CNN Brasil.

 

Posted in ,
bannerrsm

photo_2023-04-04_18-00-57
Rolar para cima