Editor de vídeos Pika tem imagens geradas por IA; conheça a novidade

photo_2023-04-04_18-01-39

 Pika Labs promete ferramenta de inteligência artificial descomplicada e intuitiva, que pode gerar vídeos por meio de comandos de texto, fotos e outros clips; conheça A Pika Labs lançou nesta semana a primeira versão pública de seu editor de vídeos com inteligência artificial (IA). Batizado de Pika 1.0, o software permite que o usuário crie produções audiovisuais a partir de comandos de texto, em um processo semelhante a ferramentas como ChatGPT ou DALL-E. Com a plataforma, é possível gerar materiais com alta qualidade sobre qualquer tema e optar por diversos estilos, como animação 3D, desenho animado ou filmes realistas. Até então, a ferramenta só estava disponível em fase de testes na rede social Discord, mas agora já é possível se cadastrar em uma lista de espera para testar a novidade.
Como ganhar dinheiro com inteligência artificial? Veja 8 formas
Canal do TechTudo no WhatsApp: acompanhe as principais notícias, tutoriais e reviews
A proposta da plataforma é simplificar o processo de criação audiovisual, tornando-o acessível a um público mais amplo ao permitir criar, editar e personalizar clipes com inteligência artificial. Confira, a seguir, o que já se sabe sobre o Pika 1.0 e veja como se inscrever para utilizar a plataforma.
Pika usa inteligência artificial para criar ou editar clipes de vídeos a partir de comandos textuais; conheça
Divulgação/Pika Labs
📝 Qual a melhor inteligência artificial que cria imagens? Comente no Fórum do TechTudo
O que é o Pika 1.0?
A ferramenta desenvolvida pela Pika Labs utiliza inteligência artificial para gerar vídeos em alta qualidade a partir das orientações do usuário. Além de criar arquivos audiovisuais por meio de descrições em texto, a plataforma também suporta a conversão de imagens estáticas e vídeos pré-existentes. É possível, por exemplo, fazer upload de uma foto ou meme da internet e dar vida às imagens. Além disso, o Pika 1.0 ainda permite realizar tarefas de edição, como alterar a proporção dos clipes ou expandir a tela para adaptar a criação a diferentes formatos, plataformas e dispositivos.
A ferramenta cria tanto arquivos em alta qualidade quanto versões mais leves e adaptadas para postagens em redes sociais ou envio por meio de aplicativos de mensagens. O usuário ainda pode adicionar novos elementos na tela, como objetos, acessórios e até mesmo outros personagens.
Exemplo de comando utilizado no Pika 1.0 para criar vídeo de um cachorro e um gato num ring de box
Reprodução/Pika Labs
A tecnologia, inicialmente lançada em formato beta aberto no Discord há alguns meses, ganhou bastante popularidade entre os usuários, o que fez com que a Pika Labs se tornasse uma referência no setor de inteligência artificial generativa. Diante do sucesso, a startup optou por criar uma nova plataforma, voltada exclusivamente para a geração de vídeos por meio de IA.
Apesar da conotação sexual em português, o nome Pika provavelmente vem de “pikapika”, a onomatopeia japonesa para o som de faiscas — a mesma palavra, inclusive, que originou o nome do personagem Pikachu, de Pokémon. Outro ponto que reforça essa teoria é que, no início, o Pika só fazia imagens de animes. A seguir, veja o vídeo divulgado pela empresa.
Como usar o Pika 1.0?
Entusiastas de inteligência artificial já podem se inscrever na lista de espera para testar o Pika 1.0, primeiro grande lançamento da startup americana Pika Labs. O processo é bastante simples. Basta acessar o site oficial da ferramenta (pika.art) e se cadastrar na plataforma por meio de uma conta Google ou Discord. Basta clicar no botão da opção de sua preferência e aguardar a confirmação.
Editor de vídeos por IA Pika 1.0 já aceita cadastros para lista de espera
Reprodução/Júlia Silveira
Com informações da Forbes
Mais do TechTudo
Veja também: ChatGPT: 5 truques que você deveria testar no chatbot da OpenAI
ChatGPT: 5 truques que você deveria testar no chatbot da OpenAI 
Pika Labs promete ferramenta de inteligência artificial descomplicada e intuitiva, que pode gerar vídeos por meio de comandos de texto, fotos e outros clips; conheça A Pika Labs lançou nesta semana a primeira versão pública de seu editor de vídeos com inteligência artificial (IA). Batizado de Pika 1.0, o software permite que o usuário crie produções audiovisuais a partir de comandos de texto, em um processo semelhante a ferramentas como ChatGPT ou DALL-E. Com a plataforma, é possível gerar materiais com alta qualidade sobre qualquer tema e optar por diversos estilos, como animação 3D, desenho animado ou filmes realistas. Até então, a ferramenta só estava disponível em fase de testes na rede social Discord, mas agora já é possível se cadastrar em uma lista de espera para testar a novidade.
Como ganhar dinheiro com inteligência artificial? Veja 8 formas
Canal do TechTudo no WhatsApp: acompanhe as principais notícias, tutoriais e reviews
A proposta da plataforma é simplificar o processo de criação audiovisual, tornando-o acessível a um público mais amplo ao permitir criar, editar e personalizar clipes com inteligência artificial. Confira, a seguir, o que já se sabe sobre o Pika 1.0 e veja como se inscrever para utilizar a plataforma.
Pika usa inteligência artificial para criar ou editar clipes de vídeos a partir de comandos textuais; conheça
Divulgação/Pika Labs
📝 Qual a melhor inteligência artificial que cria imagens? Comente no Fórum do TechTudo
O que é o Pika 1.0?
A ferramenta desenvolvida pela Pika Labs utiliza inteligência artificial para gerar vídeos em alta qualidade a partir das orientações do usuário. Além de criar arquivos audiovisuais por meio de descrições em texto, a plataforma também suporta a conversão de imagens estáticas e vídeos pré-existentes. É possível, por exemplo, fazer upload de uma foto ou meme da internet e dar vida às imagens. Além disso, o Pika 1.0 ainda permite realizar tarefas de edição, como alterar a proporção dos clipes ou expandir a tela para adaptar a criação a diferentes formatos, plataformas e dispositivos.
A ferramenta cria tanto arquivos em alta qualidade quanto versões mais leves e adaptadas para postagens em redes sociais ou envio por meio de aplicativos de mensagens. O usuário ainda pode adicionar novos elementos na tela, como objetos, acessórios e até mesmo outros personagens.
Exemplo de comando utilizado no Pika 1.0 para criar vídeo de um cachorro e um gato num ring de box
Reprodução/Pika Labs
A tecnologia, inicialmente lançada em formato beta aberto no Discord há alguns meses, ganhou bastante popularidade entre os usuários, o que fez com que a Pika Labs se tornasse uma referência no setor de inteligência artificial generativa. Diante do sucesso, a startup optou por criar uma nova plataforma, voltada exclusivamente para a geração de vídeos por meio de IA.
Apesar da conotação sexual em português, o nome Pika provavelmente vem de “pikapika”, a onomatopeia japonesa para o som de faiscas — a mesma palavra, inclusive, que originou o nome do personagem Pikachu, de Pokémon. Outro ponto que reforça essa teoria é que, no início, o Pika só fazia imagens de animes. A seguir, veja o vídeo divulgado pela empresa.
Como usar o Pika 1.0?
Entusiastas de inteligência artificial já podem se inscrever na lista de espera para testar o Pika 1.0, primeiro grande lançamento da startup americana Pika Labs. O processo é bastante simples. Basta acessar o site oficial da ferramenta (pika.art) e se cadastrar na plataforma por meio de uma conta Google ou Discord. Basta clicar no botão da opção de sua preferência e aguardar a confirmação.
Editor de vídeos por IA Pika 1.0 já aceita cadastros para lista de espera
Reprodução/Júlia Silveira
Com informações da Forbes
Mais do TechTudo
Veja também: ChatGPT: 5 truques que você deveria testar no chatbot da OpenAI
ChatGPT: 5 truques que você deveria testar no chatbot da OpenAI techtudo 

Posted in ,
bannerrsm

photo_2023-04-04_18-00-57
Rolar para cima