RSM

Post
Dos 100 artistas mais ouvidos do país,  8 apoiam Lula, 4 são pró-Bolsonaro e 88 não declaram voto

Dos 100 artistas mais ouvidos do país, 8 apoiam Lula, 4 são pró-Bolsonaro e 88 não declaram voto

Veja lista dos artistas no top 100 do streaming que declaram apoio ou seguem Lula e Bolsonaro. Podcast mostra como está o envolvimento dos músicos até agora e discute possíveis impactos. Dos 100 músicos mais ouvidos no Brasil atualmente em streaming, oito declaram apoio a Lula e quatro, a Bolsonaro. Os outros 88 artistas não declaram apoio na eleição para presidente de 2022. Dentro deste mesmo grupo de 100 músicos, há 12 artistas que seguem Lula no Instagram, e 11 que seguem Bolsonaro. Veja as listas nas artes abaixo. Os dados fazem parte de um levantamento do g1 sobre o apoio de músicos nas eleições de 2022 até agora. Outra reportagem destacou os apoios mais notáveis de Lula e Bolsonaro até agora entre artistas de cada estilo (não apenas os no top 100). O podcast de música g1 ouviu também mostra os apoios musicais da eleição de 2022 até agora e discute os possíveis impactos para os artistas e para os candidatos. Ouça abaixo: Entre os 100 artistas mais ouvidos (veja a lista completa ma..

Post
Após Bivar desistir, União Brasil deve lançar Soraya Thronicke como candidata ao Planalto nesta sexta

Após Bivar desistir, União Brasil deve lançar Soraya Thronicke como candidata ao Planalto nesta sexta

Nome foi anunciado às pressas após desistência de Luciano Bivar. Soraya foi eleita senadora pelo MS em 2018; se chapa for confirmada, eleição baterá recorde de candidatas ao Planalto. Senadora Soraya Thronicke (União-MS) Edilson Rodrigues/Agência Senado O União Brasil deve oficializar nesta sexta-feira (5), em convenção nacional do partido em São Paulo, a candidatura da senadora Soraya Thronicke (MS) à Presidência da República. Anunciada no início da semana, a pré-candidatura da senadora foi decidida pela cúpula do partido em substituição ao então pré-candidato da sigla ao Planalto, o deputado federal Luciano Bivar (PE) – lançado pelo União em maio. O União Brasil ainda não anunciou o nome que vai completar a chapa de Soraya ao Planalto, mas deve tomar a decisão até esta sexta – último dia para a realização de convenções partidárias, segundo o calendário definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Presidente nacional do União, Bivar desistiu após investidas de aliados do candidato..

Post

Rodrigo Garcia escolhe deputado Geninho Zuliani como vice na chapa de reeleição em SP; Edson Aparecido concorrerá ao Senado

A escolha acontece a um dia do prazo final do TSE para o registros oficial das chapas. A indicação do vice e do candidato ao Senado estava sendo alvo de disputa entre os dois maiores partidos da coligação do PSDB, o União Brasil e o MDB, que reivindicavam o direito de ocuparem as vagas. A campanha de reeleição do governador Rodrigo Garcia (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (4) que o deputado federal Geninho Zuliani (União Brasil) será o candidato a vice-governador na chapa tucana, que terá também o ex-secretário de saúde da capital Edson Aparecido (MDB), como candidato ao Senado. Segundo a campanha, a escolha foi comunicada oficialmente pelo PSDB aos partidos que formam a coligação de Garcia: Podemos, Cidadania, Solidariedade, PROS, Avante, Patriota e PP, além do União Brasil e MDB. A escolha acontece a um dia do prazo final do Tribunal Superior Eleitoral para o registros das chapas. A indicação do vice e do candidato ao Senado estava sendo alvo de disputa entre os dois maiores partido..

Post

Nova decisão do STJ muda comando do Pros e põe em causa apoio do partido a Lula

Na quarta-feira, a corte devolveu a presidência do partido a Marcus Holanda, defensor da candidatura de Pablo Marçal. Na quarta-feira (3) à noite, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) reverteu uma decisão da própria corte e devolveu a direção do Partido Republicano da Ordem Social (Pros) à ala anti-Lula do partido, pondo em risco o apoio à candidatura do petista ao Planalto. Com a decisão da corte, o comando do partido volta a Marcus Holanda e, dessa forma, Pablo Marçal segue candidato à presidência – sua candidatura foi oficializada no dia 31 de julho. O ministro Antônio Carlos Ferreira considerou que não era de competência do STJ analisar o pedido de Eurípedes Júnior, pois ainda há recursos a serem analisados em 2ª instância na Justiça do Distrito Federal. Eurípedes havia retomado o comando do Pros no mesmo dia em que se encontrou com integrantes da campanha de Lula e fechou apoio no primeiro turno. Estiveram presentes no encontro o candidato a vice-presidência, Geraldo Alckmin (PSB)..

Post
Solidariedade lança oficialmente Antônio Eduardo da Costa como candidato ao governo de MT

Solidariedade lança oficialmente Antônio Eduardo da Costa como candidato ao governo de MT

A oficialização da candidatura foi realizada na sede do Solidariedade, na Rua João Lourenço Figueiredo, em Cuiabá, nesta quarta-feira (4). Solidariedade lança Antônio Eduardo da Costa e Silva como candidato a governo de Mato Grosso Camila Freitag O Solidariedade anunciou em convenção partidária, nesta quarta-feira (4), a escolha de Antônio Eduardo da Costa e Silva como candidato ao governo de Mato Grosso nas eleições deste ano. A oficialização da candidatura foi realizada na sede do Solidariedade, na Rua João Lourenço Figueiredo, em Cuiabá. Compartilhe esta notícia no WhatsApp Compartilhe esta notícia no Telegram O Solidariedade não anunciou candidato para o senado. "Eu entendo que a disputa ao governo do estado não pode ser ganha por 'w.o'. Fico lisonjeado do executivo ter escolhido o meu nome, mas ainda tenho que sobrepesar porque existem as minhas convicções religiosas que precisam ser avaliadas em relação a direção que o partido está tomando". Antônio Eduardo da Costa e S..

Post
Barroso prorroga por 60 dias apuração sobre conduta de Bolsonaro na pandemia

Barroso prorroga por 60 dias apuração sobre conduta de Bolsonaro na pandemia

Ministro atendeu a pedido da PF e que teve aval da PGR. Além do presidente, são alvos filhos e deputados aliados. PF pediu mais prazo para organizar provas reunidas pela CPI da Covid. O presidente Jair Bolsonaro, em cerimônia no Palácio do Planalto Ton Molina/Fotoarena/Estadão Conteúdo O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), prorrogou por mais 60 dias uma apuração sobre a conduta do presidente Jair Bolsonaro (PL) e políticos aliados por suposta incitação ao crime. A apuração foi aberta a partir das conclusões da CPI da Covid, que funcionou no Senado em 2021. A decisão do ministro atende a um pedido da Polícia Federal e que teve aval da Procuradoria-Geral da República (PGR). Além de Bolsonaro, são alvos da apuração: senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho do presidente; deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP), filho do presidente; deputado Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo; deputada Carla Zambelli (PL-SP); deputado Osmar Terra (MDB-RS); deputada Bia Kicis (..

Post

PP veta formação de palanques com o PT nos estados

Decisão ocorre após diretório do PP no Ceará confirmar, em convenção, apoio a petista Elmano de Freitas ao governo do estado. Partido apoiará a reeleição do presidente Jair Bolsonaro. O diretório nacional do PP, partido do Centrão que compõe a base de apoio do governo Jair Bolsonaro, decidiu vetar a formação de alianças com o PT nos palanques estaduais. A decisão foi tomada na terça-feira (2), três dias após o diretório do PP no Ceará realizar uma convenção na qual foi confirmado o apoio da legenda à candidatura do petista Elmano de Freitas ao governo do estado. A chapa também é formada pelo ex-governador Camilo Santana (PT), que tentará uma vaga ao Senado. O PT é o principal adversário de Bolsonaro nas eleições deste ano. De acordo com último levantamento do Datafolha, Lula (PT) tem 47% das intenções de voto no primeiro turno, enquanto o presidente está com 29%. Datafolha: Lula tem 47% no primeiro turno, contra 29% de Bolsonaro “O Diretório Nacional do Progressistas informa que a sigl..

Post
Carta da USP em defesa da democracia passa de 700 mil assinaturas

Carta da USP em defesa da democracia passa de 700 mil assinaturas

Documento foi lançado depois de seguidos ataques do presidente Jair Bolsonaro (PL) contra as urnas eletrônicas e o sistema eleitoral brasileiro. Presidente disse que quem assina carta é 'cara de pau' e 'sem caráter'. Fachada da Faculdade de Direito do Largo São Francisco, no Centro de São Paulo, anuncia data para leitura do manifesta em Defesa da Democracia brasileira. Divulgação/USP A carta em defesa da democracia e do processo eleitoral, divulgada pela Faculdade de Direito da USP, já reuniu mais de 700 mil assinaturas até a manhã desta quarta-feira (3) segundo o contador oficial da página. A "Carta às brasileiras e aos brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito!" e a lista com os nomes foram divulgadas na semana passada no site da universidade. Ela foi lançada depois de seguidos ataques do presidente Jair Bolsonaro (PL) contra as urnas eletrônicas e o sistema eleitoral brasileiro. Entenda mais abaixo. Uma versão em inglês do documento deve ser lançada ..

Post
Bolsonaro indica Messod Azulay e Paulo Sérgio Domingues para o STJ; Senado precisa aprovar

Bolsonaro indica Messod Azulay e Paulo Sérgio Domingues para o STJ; Senado precisa aprovar

Despacho do presidente foi publicado no 'Diário Oficial da União' desta segunda (1º). Vagas foram abertas com as aposentadorias dos ministros Napoleão Nunes Maia Filho e Nefi Cordeiro. Ministros do STJ reunidos no plenário do tribunal durante sessão desta quarta-feira (11) Wellington Hanna/TV Globo O presidente Jair Bolsonaro indicou dois nomes para vagas de ministros no Superior Tribunal de Justiça (STJ): Messod Azulay Neto, Juiz Federal do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, e Paulo Sérgio Domingues, Juiz Federal do Tribunal Regional Federal da 3ª Região. As indicações foram publicadas no "Diário Oficial da União". O Senado ainda precisa aprovar os nomes. As duas vagas foram abertas com as aposentadorias dos ministros Napoleão Nunes Maia Filho e Nefi Cordeiro. Em maio, uma lista com quatro nomes (que incluía também Ney Bello e Fernando Quadros da Silva) foi enviada pelo STJ a Bolsonaro para a escolha de dois indicados. A Constituição estabelece que os ministros do STJ d..

Post
STF volta do recesso nesta segunda; veja julgamentos previstos

STF volta do recesso nesta segunda; veja julgamentos previstos

Ministros retomam sessões plenárias e relatoria de novos processos – incluindo pedidos para investigar Bolsonaro e vice-PGR. Rosa Weber deve assumir presidência da Corte em setembro. Sessão plenária do STF em imagem de junho Nelson Jr./SCO/STF O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma o calendário de atividades nesta segunda-feira (1º), após o recesso de julho. A pauta de julgamentos do semestre inclui temas como a nova lei de improbidade e pedidos de apuração contra o presidente Jair Bolsonaro. A sessão de abertura do semestre no STF tem início às 15h, com a continuação do julgamento sobre a legalidade da cobrança de taxas de fiscalização ambiental sobre as atividades de mineração. Na quarta, a Corte já enfrenta um tema polêmico: a validade para casos passados da nova Lei de Improbidade Administrativa, alterada em 2021. Também entram em rito normal, a partir desta semana, pedidos enviados ao STF durante o mês de julho e encaminhados à presidência da Corte em razão de uma possível urgênc..