RSM

POSTS RECENTES

VEJA!

SANTANA DE PARNAÍBA

Natal de Luz 2021 impressiona milhares de visitantes

FRANCISCO MORATO

Trem Intercidades vai passar por Francisco Morato

Dos 100 artistas mais ouvidos do país,  8 apoiam Lula, 4 são pró-Bolsonaro e 88 não declaram voto

Dos 100 artistas mais ouvidos do país, 8 apoiam Lula, 4 são pró-Bolsonaro e 88 não declaram voto

Veja lista dos artistas no top 100 do streaming que declaram apoio ou seguem Lula e Bolsonaro. Podcast mostra como está o envolvimento dos músicos até agora e discute possíveis impactos. Dos 100 músicos mais ouvidos no Brasil atualmente em streaming, oito declaram apoio a Lula e quatro, a Bolsonaro. Os outros 88 artistas não declaram apoio na eleição para presidente de 2022. Dentro deste mesmo grupo de 100 músicos, há 12 artistas que seguem Lula no Instagram, e 11 que seguem Bolsonaro. Veja as listas nas artes abaixo. Os dados fazem parte de um levantamento do g1 sobre o apoio de músicos nas eleições de 2022 até agora. Outra reportagem destacou os apoios mais notáveis de Lula e Bolsonaro até agora entre artistas de cada estilo (não apenas os no top 100). O podcast de música g1 ouviu também mostra os apoios musicais da eleição de 2022 até agora e discute os possíveis impactos para os artistas e para os candidatos. Ouça abaixo: Entre os 100 artistas mais ouvidos (veja a lista completa ma..

Após Bivar desistir, União Brasil deve lançar Soraya Thronicke como candidata ao Planalto nesta sexta

Após Bivar desistir, União Brasil deve lançar Soraya Thronicke como candidata ao Planalto nesta sexta

Nome foi anunciado às pressas após desistência de Luciano Bivar. Soraya foi eleita senadora pelo MS em 2018; se chapa for confirmada, eleição baterá recorde de candidatas ao Planalto. Senadora Soraya Thronicke (União-MS) Edilson Rodrigues/Agência Senado O União Brasil deve oficializar nesta sexta-feira (5), em convenção nacional do partido em São Paulo, a candidatura da senadora Soraya Thronicke (MS) à Presidência da República. Anunciada no início da semana, a pré-candidatura da senadora foi decidida pela cúpula do partido em substituição ao então pré-candidato da sigla ao Planalto, o deputado federal Luciano Bivar (PE) – lançado pelo União em maio. O União Brasil ainda não anunciou o nome que vai completar a chapa de Soraya ao Planalto, mas deve tomar a decisão até esta sexta – último dia para a realização de convenções partidárias, segundo o calendário definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Presidente nacional do União, Bivar desistiu após investidas de aliados do candidato..

Rodrigo Garcia escolhe deputado Geninho Zuliani como vice na chapa de reeleição em SP; Edson Aparecido concorrerá ao Senado

A escolha acontece a um dia do prazo final do TSE para o registros oficial das chapas. A indicação do vice e do candidato ao Senado estava sendo alvo de disputa entre os dois maiores partidos da coligação do PSDB, o União Brasil e o MDB, que reivindicavam o direito de ocuparem as vagas. A campanha de reeleição do governador Rodrigo Garcia (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (4) que o deputado federal Geninho Zuliani (União Brasil) será o candidato a vice-governador na chapa tucana, que terá também o ex-secretário de saúde da capital Edson Aparecido (MDB), como candidato ao Senado. Segundo a campanha, a escolha foi comunicada oficialmente pelo PSDB aos partidos que formam a coligação de Garcia: Podemos, Cidadania, Solidariedade, PROS, Avante, Patriota e PP, além do União Brasil e MDB. A escolha acontece a um dia do prazo final do Tribunal Superior Eleitoral para o registros das chapas. A indicação do vice e do candidato ao Senado estava sendo alvo de disputa entre os dois maiores partido..

Nova decisão do STJ muda comando do Pros e põe em causa apoio do partido a Lula

Na quarta-feira, a corte devolveu a presidência do partido a Marcus Holanda, defensor da candidatura de Pablo Marçal. Na quarta-feira (3) à noite, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) reverteu uma decisão da própria corte e devolveu a direção do Partido Republicano da Ordem Social (Pros) à ala anti-Lula do partido, pondo em risco o apoio à candidatura do petista ao Planalto. Com a decisão da corte, o comando do partido volta a Marcus Holanda e, dessa forma, Pablo Marçal segue candidato à presidência – sua candidatura foi oficializada no dia 31 de julho. O ministro Antônio Carlos Ferreira considerou que não era de competência do STJ analisar o pedido de Eurípedes Júnior, pois ainda há recursos a serem analisados em 2ª instância na Justiça do Distrito Federal. Eurípedes havia retomado o comando do Pros no mesmo dia em que se encontrou com integrantes da campanha de Lula e fechou apoio no primeiro turno. Estiveram presentes no encontro o candidato a vice-presidência, Geraldo Alckmin (PSB)..

Tecnologia Política Esporte Ciência Business Entretenimento